Seguidores

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Você consegue adivinhar o quanto te amo?




Adivinha o quanto te amo?

Era hora de ir para a cama, e o Coelhinho se agarrou firme nas longas orelhas do Coelho Pai.

Ele queria ter certeza de que o Coelho Pai estava ouvindo.

- Adivinha quanto eu te amo? - disse ele.

- Ah, acho que isso eu não consigo adivinhar - respondeu o Coelho Pai.

- Tudo isso - disse o Coelhinho, esticando seus bracinhos o máximo que podia.

Só que o Coelho Pai tinha os braços mais compridos. E disse:

- E eu te amo tudo isto !

Huuum, isso é um bocado, pensou o Coelhinho.

- Eu te amo toda a minha altura - disse o Coelhinho.

- E eu te amo toda minha altura - disse o Coelho Pai.

Puxa, isso é bem alto, pensou o Coelhinho. Eu queria ter os braços compridos assim.

Então o Coelhinho teve uma boa idéia. Ele se virou de ponta cabeça, apoiando as patinhas na árvore.

- Eu te amo até as pontas dos dedos de meus pés!

- E eu te amo até as pontas dos dedos dos teus pés - disse o Coelho Pai balançando o filho no ar.

- Eu te amo a altura de meu pulo! - riu o Coelhinho saltando, para lá e para cá.

- E eu te amo a altura do meu pulo - riu também o Coelho Pai e saltou tão alto que suas orelhas tocaram os galhos das árvores.

- Eu te amo toda a estradinha daqui até o rio - gritou o Coelhinho.

- Eu te amo até depois do rio até as colinas - disse o Coelho Pai.

É uma bela distância, pensou o Coelhinho.

Ele estava sonolento demais para continuar pensando.

Então ele olhou para além das copas das árvores, para a imensa escuridão da noite.
Nada podia ser maior do que o Céu.

- Eu te amo ATÉ A LUA! - disse ele, e fechou os olhos.

- Puxa, isso é longe disse o Coelho Pai. Longe mesmo!

O Coelho Pai deitou o Coelhinho na sua caminha de folhas. E então se inclinou para lhe dar um beijo de Boa Noite.

Depois, deitou-se ao lado do filho e sussurrou sorrindo:

- Eu te amo até a lua... IDA E VOLTA

(Fábula de Sam Mc Bratney)





7 comentários:

  1. muito lindo Christian!chorei de alegria.
    leila sua irmã chorona em Cristo.
    beijos.

    ResponderExcluir
  2. tao querido!!
    como nos dizemos aqui; voce esta lá!! :)
    beijoo

    ResponderExcluir
  3. Olá querido amiguinho!
    Que história linda de amor e, como é bom sermos amados.
    O amor se manisfesta de várias formas e, esta é uma formas de tu mostrar o amor de pessoa que és.
    Que Deus ilumine sempre o teu caminho, e nunca deixes de seres quem és.

    Se um dia estiveres menos feliz, lembra, que eu existo e, te admiro muito!

    Concordo com Anônimo acima:"Voce está lá"

    Beijão, da sua amiga de Além Mar.

    ResponderExcluir
  4. Os Anônimos, são pessoas que não dão a cara, sabe-se lá a razão.
    Estou triste de ser uma Anônima, mas esta "porra", não me deixa identificar.

    Não tenho razão, para ser uma anônima, mas lá vai outravez.

    Sou a sua amiga, Isabel Pina, quem postou acima.

    ResponderExcluir
  5. Bem, eu não poderia deixar de postar meu comentário e o meu aprêço pela sua amizade. Docilidade máxima...Parabéns! Vc é um homem hiper
    sensível. Aliás proprio dos artistas...
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. AS VEZES NOS SENTIMOS NÃO AMADOS POR ALGUMAS PESSOAS E ESQUECEMOS QUE TEMOS ESSE AMOR TÃO GRANDIOSO DO PAI QUE O MAIS NÃO DEVERIA NÃO DEVERIA IMPORTAR TANTO.COMO JESUS DISSE A PAULO:A MINHA GRAÇA TE BASTA.DA SUA IRMÃ EM CRISTO.
    VOU REPASSAR PRA TODOS OS QUE EU CONHEÇO COM SUA PERMISSÃO É CLARO.

    ResponderExcluir